terça-feira, dezembro 07, 2010

Eu quero água


Estou sentindo tanto calor que só consigo desejar uma coisa: água. Sinto um calor na alma e uma vontade imensa e desesperadora de me refrescar. É algo que sufoca e mesmo no seco chega  a me afogar. 
 Então, eu quero água, para matar minha sede, para me lavar. Eu quero água, seja doce ou salgada, seja quente ou gelada, a quero cristalina... eu quero sentí-la acariciar meus pés enquanto caminho à beira mar, catando conchinhas, como quando eu era criança... Quero mergulhar até perder o fôlego, quero flutuar em silêncio olhando para o céu. Quero furar as ondas, quero bater de frente, quero levar um caldo se for preciso. Quero lavar meu rosto, quero ficar de molho até enrugar meus dedos. Quero a água gelada para me arrepiar inteira, para me deixar alerta, para me acordar. Quero que meus lábios mudem de cor. Quero a chuveirada quente depois de um banho de chuva daqueles, no meio da noite, no meio da rua... Quero o abraço das águas quando estiver chorando e com elas se misturarem minhas lágrimas. Eu quero água. Uma água bem fresca para beber agora. Preciso com urgência, porque minha garganta está seca demais... muito seca mesmo. Quero brincar na piscina, dançar e virar cambalhota. Quero aquele banho de mangueira no quintal no dia quente... Quero correr  pelo jardim quando todos os "molhadores" de grama estiverem ligados. Quero encharcar a roupa, ficar com a maquiagem borrada, a escova acabada e chegar molhando toda a casa. Quero me livrar de tudo! Que desça pelo ralo... que vá na correnteza! Quero pular as ondinhas todos os dias do ano e mandar flores para Iemanjá. Quero saltar da pedra mais alta e ir até o fundo. Quero desvendar mistérios, quero ver o que existe lá dentro... no escuro. Quero caminhar por um riacho ligeiro, de águas brincalhonas e saltitantes. Quero uma fonte em minha casa para o som me acalmar. Quero nadar mil vezes, até dar tantas braçadas que já não possa contar... Quero água como se num deserto estivesse a caminhar... Por favor, eu quero água. Águas tranquilas, para eu descansar. Eu quero tanto ouvir o som do mar... Sentir o cheiro e a brisa que vem dele a me reanimar. Eu quero água... como um peixe angustiado na areia. Eu quero entrar na água para virar sereia. Eu quero água para me libertar. Eu quero água para não me engasgar. Eu quero...




Imagens: as duas últimas são de Elsa Prinsessa ; a quarta foto deste post eu tirei do blog The Sartorialist ; as demais fotos são do site deviantart

6 comentários:

Alessandra, disse...

Meninaaaaa aqui em SP só cai água....eu quero um pouco de calor e sem chuva ....ai ou chove ou garoaaaaaa...sol é luxoooo...rsrs



www.mdemulhermoca.blogspot.com

Alessandra, disse...

akele tonico é pra todos os tipos de pele

Patrícia Quel disse...

Carolina,
Adorei as imagens... queria estar na praia agora, no mar...
Bjs!

De Carona Na Moda disse...

O calor aqui em Natal está insuportável, mesmo quando chove rapidamente parece que esquenta mais ainda =/
beijos flor = )
Luana

www.decaronanamoda.com

Tarsila Vogue disse...

Carol
que bloggggg
amei tudo
que forma de escrever distinta
tudo maravilhoso
segue aii
Tarsila Vogue

diana kang disse...

these are beautifullllll